Aquário em Balneário Camboriú

11 minutos para ler

Balneário Camboriú inaugura maior aquário do sul do Brasil

Para quem vai ao litoral catarinense, há muitas opções de lazer, sendo a principal delas as praias, mas há também um aquário em Balneário Camboriú, inaugurado em 30 de dezembro, que tem sido bastante visado por turistas.

O aquário, recém-inaugurado, ainda não está funcionando em sua “capacidade máxima”, ou seja, ainda há um número reduzido de espécies marinhas no local.

O objetivo da criação de um aquário em Balneário Camboriú foi ampliar, a partir desse verão, ainda mais as opções de atrativos oferecidos aos turistas para visitação, durante todo o ano, na cidade.

Sendo assim, a partir de agora já é possível que turistas, de todos os locais do Brasil e do mundo, possam vir a conhecer mais de perto a vida marinha do planeta, principalmente a fauna aquática brasileira.

Se você está pensando em ir curtir o verão em Balneário Camboriú e deseja saber mais sobre esse aquário que foi inaugurado na cidade, não deixe de acompanhar esse artigo até o final, boa leitura!

Aquário em Balneário Camboriú: Oceanic Aquarium

No penúltimo dia de 2019, foi inaugurado o Oceanic Aquarium, um aquário em Balneário Camboriú que visa aumentar a possibilidade de locais para visitação de turistas na cidade.

Assim, o aquário irá mostrar, por meio três pavimentos enormes, tudo sobre o mundo fascinante e submerso das espécies marinhas, do Brasil e do mundo, em 25 locais, dentro dos pavimentos, que foram projetados e construídos com a mais alta tecnologia e modernidade.

Tudo isso foi feito visando receber e abrigar bem os animais que, a partir de agora, fazem parte desse novo atrativo turístico de Balneário.

Dentro do imenso aquário, localizado em uma área com mais de três mil metros quadrados no bairro da Barra Sul, um dos mais importantes da cidade catarinense, irão ser colocadas mais de 250 espécies.

Dessas espécies, tanto de água doce quanto de água salgada, os visitantes poderão conhecer muitas curiosidades, o que servirá, também, como uma forma de educar as pessoas sobre a vida desses animais.

Apesar do grande número de espécies e de animais que o Oceanic Aquarium irá receber, o aquário em Balneário Camboriú ainda não está funcionando em sua “capacidade máxima”.

Visando proteger os animais, observando o bem-estar deles e o período de adaptação necessária, apenas um número limitado de espécies foi, até o momento, colocado dentro do aquário.

Isso faz, inclusive, com que o preço do ingresso esteja, por enquanto, ainda reduzido, visto que não há a finalização, completa, do atrativo turístico enquanto todos os animais não forem transferidos para lá.

Mais à frente, você irá ficar sabendo mais sobre os preços dos ingressos para visitar o Oceanic Aquarium.

Espécies animais do aquário em Balneário Camboriú

Como dito anteriormente, no Oceanic Aquarium, irão morar animais de mais de 250 espécies marinhas diferentes, entre aquelas de água salgada e de água doce, mostrando a grande diversidade dessa atração turística.

Na infraestrutura, que já está pronta e aberta ao público, estão animais entre polvos, jacarés, tubarões, tartarugas, lontras, cobras, pinguins, arraias e diversas espécies de peixes, dos mais diversos tamanhos.

Todos esses já estão habitando os aquários do Oceanic Aquarium e podem ser vistos por turistas que decidirem visitar o local nesse verão (e durante o ano inteiro).

Alguns dos atrativos das espécies de animais marinhos presentes no aquário em Balneário Camboriú estão por conta do aruanã-asiática, trazido diretamente da Tailândia, e do tubarão galha preta, que veio da Indonésia.

De espécies diferentes aqui do Brasil está o peixe ornamental disco-amazônico, belíssimo animal que veio ao novo aquário diretamente da Amazonas, trazido de forma delicada em um voo.

Habitat dos animais no aquário em Balneário Camboriú

Em um dos andares ou pavimentos estarão apenas os animais aquáticos de água doce, enquanto em outro estarão vivendo aqueles habitam as águas salgadas.

Nesses locais, estarão telões informativos sobre cada uma das espécies de animais presentes no aquário em Balneário Camboriú, de modo a educar os visitantes que passarem pelo local.

Fora os telões, o aquário também terá diversas placas, referentes a cada uma das espécies, contendo as informações para educação ambiental, mostrando um pouco sobre como é o habitat delas.

Aliás, os locais onde as espécies ficarão possuem, exatamente, a réplica dos habitats naturais dos animais, de modo a permitir que eles estejam em máximo contato com o ambiente em que, originalmente, vivem.

Os habitats de cada uma das espécies, aliás, foram produzidos por uma equipe com mais de 20 profissionais especialistas nessa área, bem como contou com o auxílio de um artista plástico e de um paisagista.

O objetivo, logicamente, é reproduzir, ao máximo, o ambiente natural dos animais, o que foi alcançado com muito estudo sobre cada uma das espécies, de modo a produzir os tanques adequadamente.

Esses tanques, aliás, foram construídos com elementos vindos diretamente da natureza, bem como também por outros materiais, como é o caso da fibra de vidro, da resina e do cimento.

Um dos habitats fictícios que mais chama a atenção é o dos pinguins, animais que vêm de um ambiente totalmente diverso de qualquer um presente no Brasil.

A paisagem do tanque dos pinguins foi baseada na costa marinha da Patagônia, na Argentina, de onde são os Pinguins de Magalhães, que suportam temperaturas de até 30º, o que permite que eles nadem, muitas vezes, até a costa brasileira.

Os pinguins presentes no Oceanic Aquarium, entretanto, não vêm diretamente da Patagônia argentina, mas sim do Instituto Argonauta, localizado em São Paulo.

Outro exemplo de habitat de espécie é o das lontras, mamíferos que vivem nos mais diversos locais do mundo, incluindo a América do Sul, onde habitam no Brasil e na Argentina.

Para criar o ambiente perfeito para os animais, a cenografia do tanque das lontras possui algumas árvores, arbustos e até mesmo escorregadores que estão diretamente integrados com as águas, habitat natural desses mamíferos.

Tratamento Pré-Exposição dos animais do Oceanic Aquarium

Alguns dos animais da maior parte das espécies de animais que viverão no Oceanic Aquarium já foram transportados ao aquário em Balneário Camboriú, como você bem sabe.

Entretanto, antes desses animais serem levados até o aquário, todos eles estiveram em um período de quarentena em um anexo do Oceanic Aquarium, construído especialmente com essa finalidade.

O anexo, que fica no bairro Nova Esperança, tem o objetivo principal de acolher os animais que chegam e fazer uma avaliação geral de cada um deles, permitindo que os mesmos tenham o tratamento adequado.

Tudo isso foi feito com o objetivo de que os animais fossem transportados até o Oceanic Aquarium, no bairro da Barra Sul, com a saúde em dia, de modo a não apresentarem problemas, inclusive, de adaptação ao novo ambiente.

Todo o anexo do Oceanic Aquarium, onde ainda encontram-se algumas espécies mais delicadas, possui mais de mil metros quadrados e quase três mil metros quadrados de locais verdes.

O objetivo, segundo biólogos especialistas, é que o anexo sirva, exatamente, como uma espécie de “sistema imunológico do aquário em Balneário Camboriú”, ou seja, de modo a fortalece-los antes de mandar ao habitat definitivo.

Desse modo, cada animal passou por um tratamento de profilaxia e aguardaram um determinado período antes de estarem aptos a serem integrados aos recintos do aquário em Balneário, sendo transportados para lá.

Algumas espécies, como o citado tubarão galha-preta, que veio da Indonésia, bem como os cavalos-marinhos ainda continuam no anexo de pré-tratamento dos animais, sendo alguns dos que ainda não fazem parte da vida marinha do aquário.

Depois de terem passado pelo período de quarentena, estarem fortalecidos e aptos, aí sim eles serão transferidos para seus tanques, respectivos, com os habitats de que fazem parte.

Estrutura do anexo do Oceanic Aquarium

O anexo onde os animais foram tratados e onde alguns ainda estão recebendo tratamento conta com diversas salas de apoios, laboratórios e salas de nutrição animal.

Além disso, ele ainda possui uma sala de cultura de bactérias e almoxarifados de medicamentos, tudo para poder tratar, da melhor forma possível, os animais e deixá-los aptos a morarem nos recintos a que estão destinados.

Para garantir que os animais, inclusive aqueles que apresentarem algum problema após a transferência para o aquário, irão receber o melhor tratamento, o anexo contará com apartamentos com quartos no andar superior.

Esses apartamentos têm o intuito de receber os estudantes, os estagiários e os profissionais que irão estudar e trabalhar no local, cuidando dos animais para que eles possam estar sempre saudáveis.

O maior aquário do sul do Brasil

Um dos principais objetivos na construção do Oceanic Aquarium, em Balneário Camboriú, foi torna-lo o maior aquário do sul do Brasil, e um dos mais tecnológicos e modernos de todo o país, em uma das cidades mais turísticas.

A construção do Oceanic Aquarium começou a ser feita ainda no ano de 2019, no mês de março e foi idealizado como uma iniciativa de investidores que viram, em Balneário Camboriú, uma excelente opção para abrir um aquário.

Isso visou aumentar as possibilidades de atrações turísticas na cidade, que já são imensas, de modo a atrair ainda mais turistas, principalmente em família, para o litoral catarinense.

Uma prova disso é que dentro do aquário há uma parte que é destinada, exclusivamente, para as crianças, a chamada “área Kids”.

Dentro dessa área voltada para as crianças, é possível organizar festas de aniversário, assistir palestras a respeito da educação ambiental, ensinando-os sobre preservação do meio ambiente, bem como tem lojinhas de souvenires.

Para que o Oceanic Aquarium pudesse ser construído e receber as vidas marinhas de centenas de espécies, do Brasil e do mundo, foi feita uma consultoria com diversas áreas.

Profissionais da biologia marinha, da engenharia e da arquitetura participaram dela para que fosse possível criar os já citados habitats naturais de cada espécie, de modo a reproduzir, da melhor forma possível, o ambiente em que cada uma vive.

Por ser uma cidade turística, esse é um empreendimento muito importante do ponto de vista educativo sobre a conscientização e educação ambiental daqueles que o visitam, tornando milhares de pessoas mais conscientes, dia após dia.

Quanto é preciso pagar para visitar o museu Oceanic Aquarium e qual horário de funcionamento?

Uma das maiores dúvidas de quem deseja visitar o recém-inaugurado aquário em Balneário Camboriúrefere-se a quanto custa a visita, bem como quais os horários de funcionamento do mesmo.

O horário de funcionamento do Oceanic Aquarium, que abriu no dia 30 de dezembro de 2019, é de 9 horas da manhã até 19 horas da noite, de domingo a domingo.

Para comprar o ingresso, é possível fazê-lo diretamente na bilheteria do próprio aquário, e o tempo estimado para fazer a visita completa é de 1 hora.

Por enquanto, por ainda estar sem todas as espécies que devem fazer parte dos recintos do aquário, a entrada para o Oceanic Aquarium está em um valor promocional, até mesmo para estimular os visitantes a conhece-lo.

Assim, para entrar você pagará R$ 30,00 no ingresso inteiro e R$ 15,00 na meia para poder visitar o maior aquário do sul do Brasil, enquanto durar o período promocional.

Após esse período, os preços originais ou oficiais para entrar no aquário em Balneário Camboriú serão de R$ 46,00 o ingresso inteiro e de R$ 23,00 a meia-entrada.

Conclusão

Como você viu, foi aberto, recentemente, o maior e mais moderno aquário do sul do Brasil, o Oceanic Aquarium, localizado em Balneário Camboriú, construído para ser mais uma atração turística na bela cidade catarinense.

Neste texto, você pôde conhecer um pouco mais sobre o Oceanic Aquarium, passando por quando ele começou a ser construído, as espécies que farão parte dele, e o anexo que funciona como um hotel para os animais se adaptarem.

Posts relacionados