Mercado imobiliário em 2021: ainda vale a pena investir?

5 minutos para ler

O mercado imobiliário em 2021 segue aquecido, e muitas pessoas se questionam se está sendo rentável esse tipo de investimento

O ano de 2020 foi de grandes negócios para o mercado imobiliário. Apesar da crise decido a pandemia de coronavírus, o mercado se manteve aquecido. 

Com o isolamento social, as pessoas passaram a ficar mais em casa e então foram buscar moradias que atendessem essas  novas realidades e necessidades.

Outro fator que impulsionou com a baixa da taxa Selic, fez com que as vendas dessem um salto de 26% e o volume de crédito imobiliário avançasse 58%. 

Agora a grande dúvida é em relação ao mercado imobiliário em 2021 com o aumento da taxa Selic.

A influência da taxa Selic

A taxa Selic é a referência dos juros no Brasil e é utilizada como base para investimentos de renda fixa e operações que envolvem crédito, como o caso do financiamento de imóveis. 

Essa taxa tem estado em queda nos últimos seis anos, mantendo um valor histórico de 2% em 2020 que impulsionou o mercado imobiliário.

Porém, em 2021 a taxa Selic voltou a aumentar e chegou a 2,75% ao ano. As projeções acreditam que ela vai aumentar ainda mais e então fica a dúvida sobre investir no mercado imobiliário em 2021.

Previsões para 2021

As previsões para o mercado imobiliário em 2021 são de mudança e otimismo.

Isso porque os bancos podem rever suas taxas de juros e até mesmo as condições de financiamento podem mudar. 

E isso não é algo ruim, pois a taxa básica de juros continua em uma baixa histórica o que torna o momento ideal para adquirir um imóvel.

Além disso, o isolamento social que segue no país mantém as pessoas em busca de imóveis que atendam suas novas necessidades.

É importante ressaltar ainda que essa primeira fase de alta da taxa Selic não deve impactar tanto o custo do crédito imobiliário e, com o aumento do preço dos imóveis, os bancos tendem a rever suas taxas de juros, principalmente se a taxa básica de juros chegar a aumentar.

É importante entender que esses são efeitos a longo prazo e que levará algum tempo para que se tornem significativos. Ou seja, a alta na taxa Selic não representa um encarecimento imediato do crédito. 

Por isso, 2021 ainda é um bom momento para adquirir e investir em imóveis. Isso porque, as taxas de juros do crédito imobiliário continuam na mínima histórica de 6,25% ao ano.

Especialistas chegam a afirmar que 2021 é o ano perfeito para quem deseja investir em imóveis.

O efeito Selic

Muitos economistas e especialistas no mercado imobiliário acreditam que a alta na taxa Selic pode ter efeito oposto em um primeiro momento. 

Segundo estudos, mais importante que olhar para a Selic a curto prazo, é preciso prestar atenção na queda das taxas de médio e longo prazo.

O crédito imobiliário chegou a bater recorde em fevereiro de 2020 e se trata de uma modalidade de longo prazo, já que os financiamentos podem durar até 35 anos.

Por isso, as instituições financeiras avaliam não apenas a taxa de juros do momento da concessão, mas como esses valores podem se comportar ao longo dos anos. 

É importante sempre levar em consideração que o custo final do financiamento dependerá de vários fatores, como a capacidade de renda, o momento de vida do comprador e o futuro do país. 

O principal é compreender que para o mercado imobiliário em 2021 as taxas não devem dar um salto tão grande.

Outro motivo para não se preocupar é o fato de os bancos não terem repassado toda a queda da taxa Selic para o crédito imobiliário.

Para eles não existe perda significativa de lucros caso as instituições não subam os juros. Com os riscos de perder mercado com um aumento, não deve haver alta dos juros imobiliários em 2021. 

Porém, é importante aproveitar o momento, pois esse cenário pode mudar.

Os preços dos imóveis em 2021

É importante entender que o aumento da taxa Selic aconteceu devido a inflação, que também é determinante para o valor dos imóveis. 

Outro fator que impacta é a alta do dólar, que está diretamente ligada no custo dos materiais de construção, que influencia no valor das propriedades. 

Por isso, embora as taxas de financiamento continuem baixas, pode acontecer aumento do preço dos imóveis.

É preciso aproveitar os momentos de queda e fazer o investimento que tanto deseja.

Qual o melhor investimento para 2021?

Os investimentos dependem de objetivos individuais, porém a tendência é que investir no mercado imobiliário em 2021 seja rentável. 

Para quem puder e deseja comprar um imóvel, a melhor opção sempre será pagar à vista. 

Para quem procura comprar um imóvel o momento é perfeito, pois é possível aproveitar as taxas de juros mais baixas antes que os valores da Selic atinjam a alta e influencie no custo do financiamento.

Faça um planejamento financeiro sólido, com condições de pagamento que se encaixam no seu orçamento e simule as opções de financiamento para ver qual se adapta melhor às suas condições.E se o seu objetivo é morar ou investir no litoral, não deixe de entrar em contato conosco e aproveitar nossas melhores oportunidades.

Posts relacionados

Deixe um comentário