Investir em apartamento a preço de custo

12 minutos para ler

Você já pensou na possibilidade de investir no mercado imobiliário? Aliás, já se questionou sobre investir em apartamento a preço de custo para pagar o valor real de sua construção? Sabe como essa modalidade funciona?

Com a alta do mercado imobiliário brasileiro e da área da Construção Civil, os motores estão aquecidos para que investidores assíduos possam retomar suas práticas depois de alguns anos de baixa no ramo.

Nesse sentido, enquanto muitos estão adquirindo imóveis pelo lado emocional e por quererem ter um lugar para morar, com apelo afetivo; os investidores trabalham com o lado racional, pois, para eles, o importante é gerar lucro.

Isso abre portas, também, para que outras pessoas se interessem pelo assunto e pensem na possibilidade de investir em imóveis, principalmente apartamentos, a fim de gerar uma renda extra ou lucrar com a revenda do bem.

Assim sendo, se você chegou até este artigo, provavelmente é porque cogita comprar um imóvel ou investir no mercado imobiliário com a intenção de gastar exatamente o que o empreendimento vale, mas não sabe por onde começar ou de que forma esse processo é feito.

Vamos, então, auxiliar você nessa empreitada. Para tanto, ao longo deste material, explicaremos sobre os índices do mercado imobiliário no Brasil, as opções de investimentos em imóveis e a modalidade de aquisição de apartamentos a preço de custo. Confira o que preparamos!

Mercado imobiliário no Brasil

Infelizmente, devido à crise econômica e à incerteza no cenário político do Brasil, o setor imobiliário teve uma queda brusca e ficou em situação crítica até 2018. Nessa época, conhecida como Era da Seca, as imobiliárias e os investidores do ramo precisaram se desdobrar.

Felizmente, em 2019, o mercado imobiliário conseguiu buscar fôlego e retomou suas atividades com mais força. Inclusive, o PIB da área de Construção Civil teve um crescimento de 0,3%, o primeiro desde 2014.

De lá para cá, o setor vem se tornando sólido novamente e conquistando cada vez mais espaço. Pesquisadores e estudiosos esperam que, em 2020, o ramo imobiliário se transforme em um dos grandes motores da economia do país, prevendo-se uma alta de 3%.

Um dos motivos para essa mudança de cenário é que as instituições financeiras baixaram as taxas de financiamento de imóveis. Com isso alavancaram, consequentemente, as construções de novos empreendimentos.

Em Santa Catarina, por exemplo, dados do Índice FipeZap nos mostram que, só em janeiro de 2020, o mercado imobiliário alcançou 0,16% a mais que o mesmo período do ano anterior.

Conforme a mesma pesquisa, no Estado, a valorização de imóveis teve resultados acima da média nacional. É o caso de cidades como Itajaí, com 4,1%; Florianópolis, com 3,3%; e Balneário Camboriú, que alcançou uma alta de 3,1%.

Inclusive, aqui na Dubai brasileira, o preço do metro quadrado de um imóvel equivale a R$ 7,3 mil. Isso evidencia o potencial de valorização da região e chama a atenção de investidores para que queiram aplicar seu dinheiro no mercado imobiliário brasileiro.

Investimentos em imóveis

A segurança é um dos principais fatores para quem opta por investir em imóveis. É que assim você tem a garantia de que aquele bem poderá ser passado adiante ou gerar uma renda se colocado para locação.

Dessa forma, em vez de correr o risco de queda de valores investindo em aplicações bancárias e econômicas que dependem de fatores sazonais, o investidor de imóveis aplica seus fundos em algo material que lhe dará retorno, independentemente do momento.

Temos, ainda, que os imóveis valorizam com o passar do tempo, ao contrário de outros investimentos. Esse fato, porém, está estritamente relacionado aos cuidados para com o bem e às melhorias realizadas no apartamento ou empreendimento como um todo, a exemplo da arquitetura.

Tal informação, somada ao crescimento populacional do Brasil, gera maior demanda por imóveis, incremento da procura por locação ou compra e alta nos preços de apartamentos existentes.

Aqueles que não dispõem de tanto dinheiro também se beneficiam desse tipo de investimento, pois podem aplicar em imóveis financiados diretamente com o banco ou optar por imóveis ainda na planta.

Outro fator que influencia as pessoas a fazerem esse tipo de aplicação é para diversificar sua carteira de investimentos, visto que possuem a garantia de um retorno seguro. Mesmo aqueles que investem na bolsa de valores, também colocam parte do seu dinheiro em fundos imobiliários.

Opções de investimentos

Entrando no contexto das opções de investimentos, temos que, no mercado imobiliário, há três opções disponíveis. São elas: compra ou venda direta, aplicação em fundos de investimentos imobiliários e compra de títulos de crédito imobiliário.

O primeiro caso se refere aos investidores de maior potencial, pois envolve a compra de imóveis, o que exige grande quantia de dinheiro. Desse modo, o comprador negocia um bem com o objetivo de lucrar em cima dele.

No caso dos fundos de investimentos imobiliários, estes são formados por um grupo de investidores que se juntam para aplicar seus fundos em empreendimentos. Em algumas situações, as corretoras possuem taxas zeradas para o processo, o que significa rendimento sem descontos.

Já a compra de títulos de crédito imobiliário está relacionada a títulos de renda fixa lançados por instituições financeiras para o ramo. Nesse caso, é como se o investidor emprestasse seu dinheiro para que o banco possa financiar a construção ou aquisição de ativos imobiliários de terceiros.

Nessa última opção, o retorno é derivado dos juros que recaem sobre os processos, dos quais uma parte fica com a instituição financeira e outra parte vai para o investidor como forma de rendimento.

Ainda quanto às modalidades de investimentos, temos outra que está em ascensão: os apartamentos ou imóveis a preço de custo. Falaremos a respeito no próximo tópico. Vejamos com atenção!

Investir em apartamentos a preço de custo: o que é e quais são suas vantagens

investir em apartamento a preço de custo: o que é

Agora que você está mais por dentro do mercado imobiliário brasileiro e sabe o quanto o índice com investimentos em imóveis vem crescendo, chegou o momento de falarmos sobre um ponto bem interessante desse contexto: a compra de apartamentos a preço de custo.

Essa prática como forma de investimento está ganhando cada vez mais adeptos. Ela conquista investidores que buscam maior segurança no momento de aplicarem suas finanças em imóveis.

No entanto, vale mencionar que muita gente desconhece esse processo ou não sabe quais cuidados deve tomar no momento da compra de um apartamento a preço de custo. Assim, se você é uma dessas pessoas, queremos ajudá-lo!

A seguir, conheça mais detalhes sobre o que é um imóvel a preço de custo e como funciona essa aquisição. Além disso, confira quais burocracias estão envolvidas e quais vantagens podem ser consideradas com a prática. Acompanhe!

Imóveis a preço de custo

Você sabe qual é a diferença de um imóvel a preço de custo?

Na verdade, o conceito é bem simples. Imagine uma construtora que não quer fazer empréstimos ou financiamentos bancários para arcar com as despesas na construção de um empreendimento. Dessa forma, o custo real da obra é dividido entre os futuros proprietários dos apartamentos.

Trata-se, a grosso modo, de o investidor adquirir um imóvel na planta e pagar uma cota mensal referente à essa compra. Quando o aporte necessário estiver completo e os recursos a serem utilizados estiverem nas mãos da construtora responsável, a obra finalmente é iniciada.

Além disso, pode ser cobrado dos proprietários uma taxa de administração, que gira em torno de 20% do aporte disponibilizado. Esse valor depende de fatores como tamanho da obra e prazo para entrega.

Com isso, os condôminos são de extrema relevância para o empreendimento, uma vez que, sem o investimento deles, a obra não sairia do papel. Contudo, caso haja desistência de algum investidor ou inadimplência, bem como custos não previstos, o valor de aporte será modificado.

Como funciona o processo

Normalmente, o processo de compra de um imóvel a preço de custo segue uma lógica: definição do projeto, apresentação da proposta e validação e aprovação por parte dos investidores ou proprietários.

No entanto, até chegar à etapa de aprovação, outros procedimentos são realizados. São eles: a formação do grupo de condôminos, a explicitação de todos os custos e a divisão desses valores.

Depois de acordados tais detalhes e o contrato ser validado, os investidores passam a pagar mensalmente o valor negociado para uma conta bancária em nome da construtora. Se houver alguma alteração nos custos, uma nova reunião será feita para repasse dessas mudanças e nova divisão.

A ideia é que a construtora preste contas periodicamente para os envolvidos no processo. Assim, demonstra o que está sendo gasto e de que forma essas despesas estão sendo aplicadas no empreendimento.

Importante destacar que imprevistos podem acontecer, assim como variações são mais comuns do que se imagina. Um exemplo são as estimativas de recursos ou insumos, como tijolo ou cimento; e os custos com mão de obra, já que dizem respeito a estimativas.

Cuidados a serem tomados

Você, enquanto investidor, tem um valor financeiro estipulado a ser gasto com a compra de um imóvel. Se a compra for feita a preço fechado, os cuidados no momento da negociação são bem conhecidos: vistoria do apartamento, custos com reformas (se necessário), entre outros fatores.

Por outro lado, se você estiver pensando em fazer a aquisição a preço de custo, o cuidado é redobrado. Isso porque o investimento de meses será aplicado diretamente na construção do empreendimento.

Vale lembrar que esse tipo de negócio não traz retorno financeiro imediato, portanto, para que seja vantajoso, você precisa levar em consideração sua disponibilidade financeira e o objetivo da aquisição.

Outros pontos também são relevantes e devem ser estudados, a exemplo do prazo para construção, da localização do imóvel, do valor das cotas, da quantidade de condôminos no prédio e, principalmente, do histórico da construtora ou administradora responsável pelo empreendimento.

Os reajustes de parcelas, as burocracias relacionadas, o prazo de término e a idoneidade da empresa são extremamente importantes, pois, em muitas casos, pode haver exacerbação de valores a serem pagos.

Em situações mais graves, o investimento realizado pode ser perdido se a construção for paralisada por falta de alvarás ou aporte.

Vamos, então, saber quais são as vantagens de investir em imóveis a preço de custo? No próximo item falaremos a respeito do assunto. Fique atento!

Vantagens de investir um apartamento a preço de custo

investir em apartamento a preço de custo: as vantagens

Mesmo com os riscos envolvidos, investir em apartamentos a preço de custo é uma prática vantajosa para investidores. É uma forma na qual se adquire um bem de valor abaixo do esperado, com intenção de revenda ou locação posterior.

Com esse tipo de negócio, também é possível saber o valor real do empreendimento, uma vez que você está pagando pela construção dele e de seu entorno. Além disso, ainda recebe a prestação de contas para entender de que forma esse investimento está sendo aplicado na prática.

Outra vantagem diz respeito ao pagamento. Isso porque, quando se faz uma compra fechada, as possibilidades de negociação são menores.  Porém, quando se compra a preço de custo, você consegue parcelar a aquisição sem juros, podendo finalizar o pagamento ao término da obra.

Esse controle também impacta no valor final da negociação, já que a construtora não pode exceder os custos, embutir valores ou adicionar lucros em cima do empreendimento. Normalmente, estima-se uma economia que pode chegar até 30% nos bolsos dos investidores.

Em casos de personalização, esse tipo de investimento também traz pontos positivos. Se em comum acordo, os condôminos ou proprietários podem alterar partes do projeto para que o empreendimento se torne mais agradável e atenda às necessidades do grupo.

Venha conhecer a Salute Imóveis e suas opções disponíveis para investimento

Neste artigo você pôde compreender quanto à prática de investir em imóveis e, ainda, sobre a modalidade de aquisição de apartamentos a preço de custo e suas vantagens.

O mercado imobiliário de Santa Catarina tem se tornado cada vez mais uma opção rentável para investidores, se destacando no panorama nacional. Não deixe de conhecer melhor a região e encontrar o imóvel perfeito. Na dúvida, fale com quem realmente entende do negócio. 

Aqui na Salute Imóveis somos especialistas no mercado imobiliário de Balneário Camboriú e região. Entre em contato com a gente e encontre a melhor opção de investimento para você!

Posts relacionados

Um comentário em “Investir em apartamento a preço de custo

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.